Rate this post

Nick Szabo é uma lenda viva no mundo das criptomoedas e da criptografia. Embora ele não seja um nome familiar para muitos novatos neste espaço criptográfico, onde provavelmente nunca teria ouvido falar dele. No entanto, Nick Szabo tem status divino entre os sinceros entusiastas da criptografia.

A extensa gama de interesses do homem, se estende desde as origens do dinheiro, da história econômica e jurídica até a tecnologia de criptografia e blockchain, faz dele um polímata natural e um homem único. Szabo é um cientista da computação, especialista em direito e criptógrafo conhecido por suas pesquisas em contratos digitais moeda digital. Em 1998, Szabo projetou um mecanismo para uma moeda digital descentralizada que ele chamou de “bit gold”. Apesar de que Bit gold nunca foi implementado, mas foi chamado de “um precursor direto da arquitetura Bitcoin “.

Depois desse contexto sobre uma das pessoas mais influentes deste mundo, vejamos oque ele tem anos dizer:

Um dos pioneiros da Bitcoin, Nick Szabo, disse que as criptomoedas devem fazer três “melhorias muito importantes” nos próximos anos, à medida que a situação delas em especial o Bitcoin vem se desenvolvendo.

EM EVIDÊNCIA: A ROBUSTEZ TÉCNICA

Em vários tweets em 24 de abril, a renomada figura das criptomoedas identificou o “armazenamento mais seguro”, Exchanges descentralizadas, tecnologia de segunda camada como a Rede Lightning e privacidade como principais prioridades para o setor.

Suas ideias surgem à medida que consumidores comuns, relacionam-se com as criptomoedas e continuam a enfrentar os obstáculos nas partes técnicas.

Apesar do comércio de ativos digitais terem se tornado uma atividade cada vez mais mainstream; hacks ou ataques a elos fracos nas cadeias de segurança ainda persistem, sendo o mais recente deles um comprometimento de DNS envolvendo MyEtherWallet recentemente.

“Armazenamento mais seguro” na forma de “gerenciamento de chaves” é portanto uma preocupação urgente para Szabo.

“Certifique-se de que cobre todo o ciclo de vida humano (por exemplo, herança) e uma ampla variedade de casos de uso de viagens institucionais e internacionais”, acrescentou .

O mesmo se aplica à necessidade de reimaginar a indústria de câmbio, que muitos criticam como sendo excessivamente centralizada e portanto vulnerável aos projetos de CEOs, investidores e hackers.

A mais recente disputa envolvendo tanto a maior plataforma de moedas Coinbase dos EUA quanto a plataforma p2p Localbitcoins levaram os usuários investidores a buscarem ativamente alternativas descentralizadas.

 

As áreas mais importantes para melhorias nos próximos anos para as Criptomoedas:

* Armazenamento mais seguro (gerenciamento de chaves)

* As trocas de confiança (Exchange descentralizadas)

* Tornar as 2ª camadas mais amigáveis, especialmente através do roteamento automatizado, enquanto não sacrificando a minimização da confiança.

 

CRESCIEMNTO DA SOLUÇÃO EM 2ª CAMADA

Enquanto isso, as chamadas soluções de segunda camada (Camada 2) devem continuar a revolucionar a experiência do usuário do Bitcoin, Szabo pede que estas sejam muito mais “amigáveis ​​ao usuário” no front end, onde os profissionais de UX Design serão muito importantes para este setor.

Um exemplo disso é a Rede Lightning Network. Embora os usuários já possam fazer transações Bitcoin quase instantâneas por menos de um satoshi em taxas, a realidade é que usar o Lightning requer um nível de proficiência técnica que é prejudicial para os consumidores leigos.

No entanto, os desenvolvedores já estão enfrentando o “problemas” com a popularidade da LN, sendo comprovada na duplicação de sua capacidade nas últimas  semanas para mais de US $ 150.000 . Isso siginifica que cada vez mais usuários estão começando a se aventurar no uso da rede que dará ao Bitcoin e outras cryptos compatíveis o poder de escalabilidade absurdamente grande.

O que você acha das sugestões de Nick Szabo? Deixe seu comentário!